Opel avança 79 novas motorizações antes da norma Euro 6d-TEMP

download-pdf
download-image
download-all
Qui, 07/06/2018 - 11:00


  • De ADAM a Zafira: Euro 6d-TEMP em toda a gama de modelos;
  • Controlos de emissões otimizados: Diesel com SCR e filtro de partículas de gasolina;
  • Próximos passos da Opel no plano de baixas emissões: Corsa elétrico (BEV) e Grandland X híbrido ‘plug-in’ (PHEV)

 

A uma distância de cerca de 14 meses da entrada em vigor da nova norma de emissões Euro 6d-TEMP para todos os automóveis novos matriculados a partir de setembro de 2019, a Opel já tem 79 motorizações que cumprem os exigentes requisitos daquela regulamentação. A marca posiciona-se, assim, na linha da frente da implementação do futuro padrão europeu de emissões, o qual contemplará medições efetuadas em vias públicas (RDE, Real Driving Emissions). Além das versões a gasóleo, a linha Euro 6d-TEMP da Opel compreende motores a gasolina e a GPL, estando todos disponíveis em toda a gama de modelos: ADAM, KARL, Corsa, Astra, Cascada, Insignia, Mokka X, Crossland X, Grandland X e Zafira.

«A rápida transição para Euro 6d-TEMP traduz o nosso objetivo de desempenharmos um papel de relevo na redução das emissões de automóveis», explica o Diretor-Geral de Engenharia da Opel, Christian Müller. «Logo de seguida teremos quatro modelos ‘eletrificados’ em 2020, incluindo a nova geração Corsa, com uma versão elétrica a baterias, e o Grandland X como primeiro híbrido ‘plug-in’ do nosso leque de produtos. No ano 2024 teremos toda a gama de automóveis de passageiros ‘eletrificada’, seja com versões híbridas ou de baterias».

Além dos motores novos que fazem parte desta ofensiva, a Opel modernizou propulsores atuais recorrendo a tecnologia avançada para otimizar o tratamento de gases de escape para a norma Euro 6d-TEMP. O Zafira, por exemplo, recebe uma nova versão 1.6 Turbo com injeção direta de gasolina, capaz de debitar 136 cv de potência e podendo ter acoplada uma caixa manual de seis velocidades ou uma automática também de seis velocidades[1]. A instalação de um filtro de partículas de gasolina (GPF, Gasoline Particulate Filter) próximo do coletor de escape permite otimizar a regeneração, isto é, realizar a eficiente oxidação das partículas que se acumulam no filtro. Os sistemas de escape de todas as versões, tanto a gasóleo como a gasolina, estão agora equipados com filtro de partículas. Os motores Diesel recebem catalisador de redução seletiva (SCR).

O processo de redução seletiva nos motores Diesel inclui a injeção de AdBlue nos gases de escape. Na panela catalítica SCR, esta solução aquosa de ureia decompõe-se em amoníaco, o qual reage com os óxidos de azoto para reduzi-los a azoto e água. Com tecnologia SCR e garantida a conformidade com a norma Euro 6d-TEMP, os Opel com motores Diesel estão a salvo de eventuais medidas restritivas de circulação em centros urbanos.

O SUV compacto Opel Grandland X recebe um novo 1.5 turbodiesel. Este motor foi desenvolvido a pensar em requisitos ainda mais exigentes de futuras normas de emissões. Para tal, está dotado de um inovador catalisador de oxidação/absorvente de NOx associado ao catalisador de redução seletiva. Com 130 cv de potência e binário máximo de 300 Nm às 1750 rpm, o novo 1.5 Turbo D de quatro cilindros está disponível com caixa manual de seis velocidades[2] ou com uma avançada transmissão automática de oito velocidades[3]. Esta caixa automática garante trocas de velocidades extremamente suaves, ao mesmo tempo que contribui para baixar o consumo de combustível e as emissões graças à conceção em torno do conceito de baixo atrito.

Os motores turbodiesel 1.6 do Insignia passam a figurar com tecnologia SCR[4]. Estes propulsores sobressaem através de consumos muito reduzidos e ‘performances’ elevadas, como provam a aceleração de zero a 100 km/h em apenas 10,5 segundos e a velocidade máxima de 212 km/h.

A onda Euro 6d-TEMP da Opel continua com o Astra. Debitando 200 cv de potência e 300 Nm de binário, o motor a gasolina 1.6 Turbo surge agora com filtro de partículas de gasolina (GDF). Está disponível nas variantes Astra de cinco portas e ‘station wagon’ Astra Sports Tourer, com caixa manual ou automática, ambas de seis velocidades. A elevada potência é garantia de elevado desempenho, que está espelhado na velocidade máxima de 235 km/h e na aceleração de zero a 100 km/h em 7,8 segundos[5].

Por seu turno, o Astra de cinco portas com o motor turbodiesel 1.6 Turbo D de 136 cv e 320 Nm[6] passa a estar equipado com tecnologia SCR de redução seletiva, com o objetivo de minimizar emissões de óxidos de azoto. Este novo 1.6 Turbo D ficará disponível em breve também na ‘station wagon’ Astra Sports Tourer.

 

[1] Consumos WLTP convertidos para NEDC, para comparação: versão de cinco lugares - urbano 10,1-8,8 l/100 km, extraurbano 6,6-5,9 l/100 km, misto 7,9-7,0 l/100 km e 182-160 g/km CO2

[2] Consumos WLTP convertidos para NEDC, para comparação: urbano 4,7-4,7 l/100 km, extraurbano 3,9-3,8 l/100 km, misto 4,2-4,1 l/100 km e 110-108 g/km CO2

[3] Consumos WLTP convertidos para NEDC, para comparação: urbano 4,5-4,4 l/100 km, extraurbano 4,0-3,9 l/100 km, misto 4,2-4,1 l/100 km e 109-108 g/km CO2

[4] Consumos WLTP convertidos para NEDC, para comparação: 1.6 Turbo D Grand Sport 110 cv: urbano 5,2 l/100 km, extraurbano 3,9 l/100 km, misto 4,4 l/100 km e 116 g/km CO2; Sports Tourer: urbano 5,4 l/100 km, extraurbano 4,2 l/100 km, misto 4,6 l/100 km e 121 g/km CO2; 1.6 Turbo D Grand Sport: urbano 7,0-5,8 l/100 km, extraurbano 4,6-4,2 l/100 km, misto 5,5-4,8 l/100 km e 144-126 g/km CO2; Sports Tourer: urbano 7,0-6,0 l/100 km, extraurbano 4,7-4,5 l/100 km, misto 5,5-5,0 l/100 km e 146-132 g/km CO2).

[5]Consumos WLTP convertidos para NEDC, para comparação: Astra 5p: urbano 8,4-8,2 l/100 km, extraurbano 5,4-5,0 l/100 km, misto 6,5-6,2 l/100 km e 151-144 g/km CO2; Sports Tourer: urbano 8,5-8,3 l/100 km, extraurbano 5,5-4,9 l/100 km, misto 6,6-6,2 l/100 km e 154-144 g/km CO2

[6]Consumos WLTP convertidos para NEDC, para comparação: caixa manual 6 vel.: urbano 5,5-5,3 l/100 km, extraurbano 4,1-3,9 l/100 km, misto 4,6-4,4 l/100 km e 121-116 g/km CO2; caixa AT6: urbano 6,1-5,9 l/100 km, extraurbano 4,2-3,9 l/100 km, misto 4,9-4,6 l/100 km e 130-122 g/km CO2

 

Contacto

Miguel Tomé
Diretor de Comunicação e Assuntos Institucionais
Tel : (+351) 214 407 555
Mobile : (+351) 214 407 547
miguel.tome@opel.com

 

Scroll